Biografia - Henry Clinton

Oficial em 1787, serviu em 1788 e 1789 como voluntário no exército prussiano estacionado na Holanda, tendo-se tornado Ajudante-de-Campo do Duque de York em 1793. Promovido a Tenente-Coronel em 1795, foi feito prisioneiro pelos franceses em 1796, quando regressava a Inglaterra vindo das Antilhas. Em 1799 acompanhou o exército do general russo Suvorov nas campanhas de Itália e da Suiça, como oficial de ligação. De 1802 a 1805 foi ajudante-general do Exército britânico na Índia. Regressou a Inglaterra a tempo de ser enviado novamente como oficial de ligação para o Exército russo, na campanha que terminou com a batalha de Austerlitz, a que assistiu. Foi governador de Siracusa, na Sicília, nos anos de 1806 e 1807, sendo escolhido para o Parlamento em 1808. Ajudante-general do Exército britânico em Portugal após a batalha do Vimeiro, acompanhou Moore na campanha de Espanha, que culminou com a batalha da Corunha. Enviado para a Irlanda, quando em 1810 foi promovido a major-general pediu para regressar ao serviço activo, sendo enviado para Portugal para comandar a 6ª divisão do Exército britânico, tendo participado na batalha de Salamanca. Em 1813 foi graduado em tenente-general, tendo sido nobilitado no ano seguinte devido à sua participação na batalha de Vitória. Com o regresso de Napoleão a França, foi chamado por Wellington para comandar a 3ª divisão do 2º corpo, que dirigiu durante a batalha de Waterloo.

Fontes:
David Chandler,
Dictionary of the Napoleonic Wars,
Londres, Arms & Armour Press, 1979.
The Dictionary of National Biography,
founded in 1882 by George Smith,
Oxford, Oxford University Press, 1998
0