domingo, 18 de junho de 2017

Sir Wroth Palmer Acland

Entrou para o exército em 1787, sendo tenente em 1790 e capitão no ano seguinte do 17º regimento de infantaria britânico, quando foi  reformado com meio soldo. Com a declaração de guerra voltou ao serviço no 3º regimento.  Serviu na campanha da Flandres e em 1795 foi promovido a major, tendo logo a seguir adquirido o posto de tenente-coronel do regimento n.º 19. Em 1796 foi para o Ceilão com este regimento e mais tarde, em 1799, trocou o seu posto pelo de tenente-coronel, com exercício de capitão, no 2º regimento de guardas, com qual fez a campanha do Egipto em 1801. Em 1803 foi promovido a coronel, e após ter participado na batalha de Maida, em 1807, onde uma força britânica derrotou no sul de Itália uma divisão francesa, foi promovido a brigadeiro sendo-lhe dado o comando de uma brigada na expedição que foi enviada em 1808 em apoio da revolta em Espanha e Portugal contra o domínio francês.
A brigada sob o seu comando fez-se ao mar com a brigada de Anstruther e quando chegou a Peniche, a 18 de Agosto,  recebeu ordens de se dirigir mais para Sul e desembarcar na foz do Maceira, em Porto Novo. Participou, por isso, na batalha do Vimeiro, ocupando uma posição central à esquerda da povoação do Vimeiro. Atacou o flanco direito da coluna francesa que atacou o Vimeiro, ajudando decididamente na derrota do exército francês.

Pouco depois da batalha do Vimeiro regressou a Inglaterra devido a problemas de saúde, não participando na campanha da Corunha, com Moore. Em 1810 foi promovido a major-general e comandou uma divisão na expedição de Walcheren. Em 1814 foi promovido a tenente-general e feito cavaleiro da ordem do Banho.  Em 1815 foi nomeado cornel do 1º batalhão do 60º regimento, e em 1816 morreu devido ao reaparecimento das febres que tinham posto a sua vida em causa em 1808.

Biografia retirada de Arqnet

Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...